A depilação a laser é segura?

Depilacao a laser na barra da tijuca rj
Antecedentes sobre a segurança da depilação a laser
Ao longo dos anos, inúmeros pacientes se preocuparam com a segurança da depilação a laser.
Alguns pacientes ouvem a palavra “laser” e imediatamente se perguntam: “isso aumenta o
risco de câncer?” ou “pode causar danos aos meus órgãos?” A resposta curta é: não, a
depilação a laser não causa câncer, nem causa danos aos órgãos.
De acordo com o National Laser Institute , em 2018 mais de 1,1 milhão de procedimentos de
remoção de cabelo a laser foram realizados na América, colocando este tratamento entre os
cinco primeiros entre todos os procedimentos cosméticos minimamente invasivos realizados
nos EUA. Embora a remoção de cabelo a laser seja amplamente considerada um procedimento
seguro, existem alguns riscos de efeitos colaterais que podem variar de acordo com o tipo de

pele do paciente, cor do cabelo, plano de tratamento e adesão aos cuidados pré e pós-
tratamento 1 .

Possíveis complicações da depilação a laser
A complicação mais comum da depilação a laser é a hiperpigmentação. A hiperpigmentação é
o escurecimento temporário da pele. Isso pode ocorrer em pacientes com tons de pele mais
claros que tiveram exposição ao sol e sua pele é bronzeada.
A hiperpigmentação é menos comum em tipos de pele mais escura . A hiperpigmentação não é
uma queimadura e não dura. Geralmente se resolve por conta própria ao longo de vários dias.
Em casos raros, pode durar vários meses, mas isso é extremamente raro.
Não trataremos pessoas cujo sistema imunológico está comprometido devido ao uso de vários
medicamentos fortes, como aqueles administrados após o transplante de órgãos ou para
tratamento de câncer. Coletamos um histórico médico de cada paciente para verificar se há
medicamentos e / ou problemas médicos anteriores que possam afetar o processo de
depilação a laser.

Leave a Reply

Your email address will not be published.